Política e políticos nas redes sociais

By Popular Jump Notícias Comentários fechados em Política e políticos nas redes sociais

Foi notícia recentemente um estudo realizado em parceria com a Universidade Católica Portuguesa sobre a influência de políticos portugueses no Twitter. O estudo, “Top 50 Mapa de Poder na Rede – Políticos Influentes no Twitter” teve como objectivo identificar, medir e comparar a influência dos políticos portugueses nesta rede e determinou qual o índice de influência, relacionado com o número de seguidores, menções, retweets, influência automática e presença noutros espaços web.

Este estudo não é inocente: no mundo e tempo das redes sociais, em que o volume de informação muitas vezes faz com que um utilizador seleccione cuidadosamente o tipo e a fonte da informação que pretende ver, a importância dos influenciadores ou gatekeepers é cada vez maior. E uma vez que é a qualidade e não a quantidade de informação que aumenta a influência destes indivíduos, todas as marcas, entidades e até mesmo políticos reconhecem a importância de ser alvo de comentários, positivos ou negativos, por parte destes utilizadores …

Na política, importa saber não só as suas opiniões e comentários, como as do público em geral. É também por isso que muitas entidades e políticos têm procurado integrar os serviços de business intelligence e monitorização na sua estratégia de social media. Numa época de eleições que agora se inicia, a importância de saber quer o feedback dos eleitores, identificar comentários e notícias que podem ser virais ou suscitar repercussão negativa nas redes, é cada vez maior.

“A internet nunca esquece”. Mais do que acompanhar a performance da sua estratégia nas redes sociais, mais até do que saber o seu “índice de influência” e optimizá-lo interessa a um político, quer participe ou não na política activa, saber o feedback dos seus eleitores, simpatizantes ou mesmo opositores.

Na política, assim tal como numa empresa ou marca, é necessário saber identificar os seus pontos fortes e pontos fracos e conhecer que tipo de repercussão se origina nas redes em torno de si. Mas mais: é necessário reconhecer o potencial viral das suas próprias publicações e saber antever as respostas a possíveis repercussões negativas.
E para isso existe a social media intelligence: muito mais do que clipping noticioso, que se foca na recolha de notícias nos meios tradicionais, a social media media intelligence foca-se verdadeiramente na opinião que o utilizadores, e no caso de políticos, que os eleitores e público, transmitem nas redes sociais.

E como para tal é necessário quer conhecimentos quer informação, a análise da presença nas redes de personalidades e políticos, assim como a recolha de menções e informação, é um dos serviços prestados pelo departamento de Bussiness Inteligence da PJump, a par com a formação e consultoria fornecida a todos os clientes.

  • Share: